A Paraíba o tempo todo  |

Major Fábio diz que aumento do governo foi só jogada de marketing

 O deputado federal Major Fábio (Pros-PB) afirmou que o aumento concedido
pelo governo da Paraíba é uma farsa e o percentual anunciado como forma de
publicidade sequer repõe o acumulado da inflação dos últimos quatros anos.
O parlamentar se reuniu com a Federação dos Trabalhadores em Serviços
Públicos no Estado da Paraíba (Fetasp-PB) e participou da mobilização dos
policiais e bombeiros militares, aposentados, pensionistas e inativos que
percorreram as ruas de João Pessoa questionando o chamado "aumento".

-Esse anúncio foi uma jogada de marketing do governo. Na prática o
governador concedeu 0% de aumento em 2011, 3% de reajuste em 2012, mais 3%
em 2013 e agora 5% em 2014. A soma de apenas 11% não repõe sequer o
acumulado da inflação dos últimos quatro desse governo, denunciou Fábio.

O parlamentar chamou atenção ainda para a situação dos aposentados,
pensionistas e inativos de todas as categorias do serviço público da
Paraíba. "Todos foram abandonados pelo atual governo. Esse aumento de
marketing não contemplou os servidores da ativa, e é preconceituoso com os
aposentados de todas as categorias", disse.

No caso específico da Polícia e do Corpo de Bombeiros, o deputado Major
Fábio cobrou o pagamento da gratificação de "risco de vida", e apresentou
uma constatação preocupante. "Essa bolsa desempenho e o chamado auxílio
alimentação só atendem quem está na ativa. Ora, se o policial se acidentar
em trabalho ou até mesmo perder sua vida em serviço, não vai receber mais
nada, pois não existe vinculação direta do aumento com os vencimentos do
profissional de segurança. Portanto, esse aumento é uma grande falácia",
lamentou.

O parlamentar disse que vai continuar cobrando um reajuste digno para os
servidores da Paraíba e, principalmente, as promessas de campanha que
asseguravam um estado de fantasias e ilusões.

 

Ascom

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe