Apesar de o deputado federal Julian Lemos, atual presidente do PSL na Paraíba, atestar que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não tem intenção de se desfiliar da legenda diante do imbróglio envolvendo o presidente nacional do partido, Luciano Bivar, os dois únicos deputados estaduais filiados à sigla na Assembleia Legislativa da Paraíba confirmaram que seguirão o mesmo caminho partidário que o presidente da República decidir. Depois de Moacir Rodrigues, agora foi a vez do Cabo Gilberto ratificar fidelidade ao presidente. Em entrevista nesta terça-feira (15) o militar elogiou a postura de Bolsonaro em mandar investigar a agremiação.

“Se Bolsonaro sair do partido, irie sair também sem nenhum problema. O presidente está de parabéns porque mandou investigar o próprio partido desde o início do mandato. Ele pode ter todos os defeitos do mundo, mas corrupto ele não é, está aí a sua vida aberta à população brasileiras e seus 30 anos de serviço público prestados à população, então eu, como partidário que sou, mesmo assim, o presidente saindo eu saio na mesma hora”, avisou.

Indagado se já havia comunicado a decisão ao presidente Julian Lemos, Gilberto, assim como Moacir, minimizou a existência do dirigente e se ateve a dizer que só devia satisfação ao povo da Paraíba.

“Eu não preciso avisar a Julian Lemos porque eu não sou subordinado a ele, eu sou deputado estadual, tenho meu mandato, só tenho satisfação a dar ao povo”, arrematou.

EM TEMPO

Segundo publicação do jornal O Globo, Jair Bolsonaro tem uma lista negra dos parlamentares que o traíram. São sete deputados e um senador. Entre eles, está o deputado paraibano Julian Lemos (PSL)

“Delegado Waldir, Júnior Bozzella, Joice Hasselmann, Nelson Barbudo, Julian Lemos, Nereu Crispim, Felipe Francischini, Major Olímpio.”

Julian Lemos, prevendo a rebordosa, publicou em seu Instagram ontem (14) que se mantém até o fim leal ao presidente.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do TJPB assume Governo durante viagem de Lígia

Pela primeira vez na gestão de João Azevedo (PSB), o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Márcio Murilo assume na o Governo da Paraíba. A informação foi confirmada pela…

ANÁLISE – Novo partido para João: todo mundo quer, mas é ele quem decidirá sua futura sigla

A democracia, a livre expressão de opiniões, o direito ao tão propalado contraditório é regra básica para o bom convívio dos pares e ímpares. E tal premissa vale, de maneira…