A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Lulopetismo, do abismo fiscal ao moral

Lula foi eleito sem apresentar nenhum plano de governo. O que ele queria para o Brasil? Até hoje, Lula só está replicando as mesmas ideias e vícios de seus dois primeiros governos, com uma forte pitada de dilmismo.

Em um mundo muito diferente e um país com altíssimo endividamento público, Lula dilmou. Enquanto gasta muito, o governo usa a retórica de que busca equilíbrio fiscal enquanto o próprio PT frita Haddad, assim como fez Dilma com Joaquim Levy.

O governo Lula diz querer equilíbrio fiscal sem cortar gastos, só aumentando receita. Quem paga a conta? A classe média e o pobre, claro. Quem acredita no comprometimento com equilíbrio de contas de um governo que só quer aumentar arrecadação sobre uma sociedade já estrangulada?

O PT colonizou o Brasil. De 2002 a 2026, serão 18 de 24 anos de governos petistas. A conta fiscal chegou: moeda desvalorizada, descontrole de gastos, altos impostos, falta de investimentos para reformas estruturais, etc. Apesar de não ser o dono de toda a fatura, o PT tem a maior parcela.

As incoerências também são notáveis: o partido dos pobres não combate privilégios e, enquanto fala de “amor” e “democracia”, é leniente com regimes autocratas de esquerda ao passo que acena para o eixo Rússia-China.

O lulopetismo está levando o Brasil para o buraco fiscal e também moral. Anos de denúncias de corrupção nos governos do PT foram simplesmente “esquecidos” por conta de questões processuais. Parte da sociedade já contaminada nem se preocupa mais com combate à corrupção.

E ainda há o descolamento do lulopetismo da moral média do cidadão brasileiro contrário a pautas identitárias e ao aborto. Barco sem rumo e desgovernado pode acabar como o Titanic, afundado na primeira grande geleira.


    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe