Por pbagora.com.br

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve se encontrar ainda hoje com a presidente Dilma Rousseff (PT). A pauta da conversa deve ser centrada nos ajustes que o governo federal promoveu na economia e, segundo o jornal Valor Econômico, Lula vai aconselhar Dilma a mudar seu foco e até mesmo dispensar o ministro da Fazenda, Joaquim Levy e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

Diz o jornal que Lula argumentará que suas propostas combinam muito mais com o governo do PT e com o que pensa a própria presidenta, cujas idas e vindas recentes acerca do que fazer teriam como caso justamente o de seu governo aplicar medidas com as quais nem ela mesmo concorda.

“Essencialmente, o que está sendo concebido pelo ex-presidente Lula, que hoje se encontra mais uma vez com a presidente Dilma Rousseff, é uma flexibilização das políticas monetária e fiscal, com redução da taxa de juros na marra e o afrouxamento do gasto público, para criar as condições de retomada da atividade econômica ainda que por um período limitado, de dois a três anos. O que se almeja é conseguir obter uma taxa de crescimento do país pelo menos até a sucessão presidencial de 2018.”

 

Redação Valor Econômico

Notícias relacionadas

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…

Efraim Filho recebe apoio de mais três prefeitos e já contabiliza 83 gestores engajados no projeto de eleição para o Senado

O deputado federal Efraim Filho (DEM) recebeu o apoio de mais três prefeitos engajados no seu projeto de eleição para o Senado Federal nas eleições de 2022, contabilizando agora a…