Em entrevista ao jornal espanhol "El País", o ex-presidente Lula afirmou que, com o crescimento do PT, ao longo desses 33 anos e sua chegada ao poder, foram surgindo defeitos, como a corrupção. Apesar disso, Lula disse que dirigentes do partido foram previamente condenados, por meios de comunicação, no julgamento do mensalão, inclusive à "prisão perpétua".

“Era um partido pequeno (o PT), que depois passou a ser grande e, como tal, foram aparecendo defeitos. Gente que dá muito valor ao Parlamento, outros aos cargos públicos”, disse Lula, ao "El País". epois de interromper o ex-presidente, o repórter retoma o assunto, afirmando que Lula estava dizendo que, nesse processo de crescimento (do PT): “Aparece a corrupção”, completa Lula.

Na entrevista, o ex-presidente diz que é necessário renovar o PT e lembra, com saudosismo, de como o partido funcionava no passado:

“Eu queria dizer que as pessoas costumam esquecer os tempos difíceis em que era bonito carregar pedras. A gente acreditava, era maravilhoso. Um grupo mais ideológico, as pessoas trabalhavam de graça, de manhã, de tarde e de noite. Agora você vai fazer uma campanha e todo mundo quer cobrar. Não quero voltar às origens, mas gostaria que não esquecêssemos para que fomos criados (o PT). Por que queríamos chegar ao governo? Não para fazer como os outros, mas para agir de maneira diferente.”

Apesar da mea culpa em relação à atuação do PT, o ex-presidente criticou a imprensa pela cobertura do julgamento do mensalão:

“No caso dos companheiros do PT, já foram previamente condenados. Alguns meios de comunicação o fizeram, independente da sentença, inclusive à prisão perpétua. Alguns (petistas) nem podem sair na rua.”

O globo

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João prioriza extensão de gás natural para o Sertão em reunião na Europa

O uso de energias limpas e a ampliação da rede de gás natural foram destaque na missão internacional do Consórcio Nordeste, na tarde desta segunda-feira (18) em Paris, França. Com…

Presidente do TJPB assume Governo durante viagem de Lígia

Pela primeira vez na gestão de João Azevedo (PSB), o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Márcio Murilo assume na o Governo da Paraíba. A informação foi confirmada pela…