Tôrres diz que Ricardo Coutinho processará autores de disseminação de mais uma fake news na Paraíba, dessa vez envolvendo Bolsonaro

O secretário de Comunicação do Governo da Paraíba, Luís Tôrres, emitiu um texto, na tarde desta terça-feira (16), para informar que o governador Ricardo Coutinho irá processar, pessoalmente, os autores da disseminação de mais uma 'fake news' – notícia  falsa – atribuída ao Chefe do Executivo paraibano, envolvendo a disputa presidencial, mais especificamente o candidato Jair Bolsonaro (PSL).

No texto, o secretário explica que tomou conhecimento de informações encaminhadas por meio de grupos de whatsapp pelo procurador da Fazenda, Genezio Fernandes Vieira, dando conta de que havia recebido denúncia de supostos servidores afirmando que o governador estaria convocando 'gente' para se infiltrar em manifestações em favor da candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro para praticar vandalismos e, consequetemente, transferir as responsabilidades aos simpatizantes do candidato. 

Tôrres não apenas negou, como deixou claro que as calúnias terão que ser provadas na justiça.

O auxiliar ainda tratou as supostas denúncias como invencione criminosa e vandalismo que sequer têm fundamento.

LEIA O TEXTO NA ÍNTEGRA

Meu nome é Luís Tôrres, sou Secretario de Comunicação Institucional do Estado da Paraíba e no exercício das minhas atribuições funcionais tomei conhecimento de mensagem encaminhada por meio de grupos de whatsapp pelo procurador da Fazenda, Genezio Fernandes Vieira, dando conta de que havia recebido supostos servidores do Estado “denunciando” que o governador Ricardo Coutinho estaria convocando gente para se infiltrar em manifestações em favor da candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro para praticar vandalismos e, consequetemente, transferir as responsabilidades aos simpatizantes do candidato. 

De imediato, informo que o governador irá processar pessoalmente o responsável  pela veiculação de tais calúnias. Expressas, inclusive, em caráter de fato, não de suposição. 

Caro procurador, levando em conta que o senhor realmente recebeu tais visitas, digo claramente: o que o senhor supostamente ouviu não passa, naturalmente, de uma invencionice criminosa. Isso sim é vandalismo. E contra a verdade, tão bem violentada nestes tempos de intolerância e disputas cegas.  Reafirmo que isso não tem fundamento algum.

O governador Ricardo Coutinho, ao contrário, tem colocado a própria cara na rua, sem esconder-se por trás de ninguém, para defender abertamente a preservação da cultura da tolerância e, principalmente, o respeito às leis democráticas deste Brasil.

Aliás, é exatamente por causa disso que não se manteve em silêncio, e tem externado suas posições nesta disputa entre o equilíbrio e o risco, embora respeite toda e qualquer escolha livre feita pela cidadã e cidadão brasileiros. 

O governador Ricardo Coutinho, como se sabe, angariou o respeito da Paraíba por mandar construir coisas. E não destruir. 

Com todo respeito, sugiro que o senhor devesse orientar tais “servidores” a procurar as instâncias competentes para oficializar tais denúncias. Por que procuraram um integrante da Fazenda Nacional?  Isso não seria caso para as policiais, ou para o Ministério Público, em caso de algum descrédito dos supostos denunciantes, bem como necessidade de anonimato? E, especialmente, além de procurar as instâncias para caso “tão grave”, que apresente provas das insinuações, repito, criminosas, que lhes apresentaram.  Porque isso não é assunto que a língua por si resolva. 

Isso será melhor do quer estimular o repasse de fakenews, ou para usar um eufemismo, de denúncias sem provas, em redes sociais. No mais, o governo está à disposição de todos e todas para fazer esclarecimentos sobre quaisquer temas que sejam relacionados ao Poder Executivo Estadual e de interesse da Paraíba.

EM TEMPO

A assessoria jurídica do governador Ricardo Coutinho (PSB) deu entrada na ação já na tarde desta terça-feira. Na petição, os prints comprovam a disseminação das fake news.

 

VEJA ABAIXO

 

""

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Meta é trabalhar: João diz que ainda não pensou em um possível 2º mandato

Ainda é muito cedo para que o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) possa pensar em uma possível reeleição. Marinheiro de primeira viagem, o gestor exerce o seu primeiro mandato…

João realiza visitas técnicas e anuncia investimentos em Alhandra

O governador João Azevêdo realizou, neste sábado (19), visitas técnicas às obras de construção de uma unidade escolar e do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, no município de Alhandra.…