O advogado Luciano Pires, integrante da equipe de defesa do ex-governador Cássio Cunha Lima, preferiu não fazer comentários sobre a nomeação da mãe do procurador eleitoral José Guilherme Ferraz pelo governador José Maranhão.

“Caberá à sociedade julgar esse ato político do governador”, avaliou Luciano Pires, não escondendo, porém, sua perplexidade diante da matéria publicada pelo PB Agora, neste domingo.

O Diário Oficial do Estado trouxe a publicação, na edição do último dia 6, do ato de nomeação de Bernadete Maria Antas Ferraz Costa para o cargo comissionado de cargo de provimento em comissão de Chefe do Núcleo de Material Didático da Secretaria de Estado da Educação e Cultura.

Com atuação na defesa do ex-governador Cássio, por diversas vezes, Luciano Pires apresentou representações na Justiça Eleitoral levantando suspeições na atuação do procurador eleitoral Guilherme Ferraz. Nenhuma foi acatada.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vereador diz que candidato à PMCG já foi escolhido, mas só Romero irá divulgar

O nome da situação para encabeçar a chapa majoritária na sucessão municipal em Campina Grande já foi escolhido pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD) e só falta ser divulgado. Pelo menos…

Veneziano repudia atitude de Bolsonaro convocando para ato contra o Congresso

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) repudiou nesta quarta-feira (26) a atitude do presidente da República, Jair Bolsonaro, de convocar a população para um ato contra o Congresso Nacional…