Por pbagora.com.br

Denunciando uma “mudança de regras” quando se está a apenas um mês das eleições para o cargo de procurador geral de Justiça, a Associação dos Promotores da Paraíba já intensifica “lobby” na Assembléia Legislativa para sepultar o projeto de lei que impede a categoria de participar das eleições no Ministério Público Estadual. E já há, nesse aspecto, a boa vontade da Comissão de Constituição e Justiça e de deputados da Oposição.

“Nosso objetivo é já matar esse absuro antidemocrático na própria Assembléia”, ratifica o presidente da associação, promotor João Arlindo. Ele descarta a possibilidade de haver incentivo, pór parte da entidade, ao voto em branco nas eleições de junho, mas assegura que a classe vai até a última instância para assegurar o direito de que integrantes do Ministério Público Estadual também possam participar da disputa pela Procuradoria Geral.

Pelas contas de João Arlindo, dentro do próprio MPE, a tese da entidade tem ganhado força nos últimos tempos. Existem atualmente 218 promotores de Justiça e 19 procuradores – destes, 12 apoiam a causa de ampliação do processo democrático dentro da instituição. “Certamente, os deputados nos apoiarão em nossa luta”, acredita.

A Associação dos Promotores de Justiça da Paraíba participará da audiência pública, marcada para o próximo dia 4 de junho, às 10h00, promovida pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em vídeo, Lula pede que eleitores de JP votem em Ricardo: “Fará muito mais”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entrou de vez na campanha eleitoral de João Pessoa. A maior liderança política da história do Brasil escolheu seu companheiro de longa…

Análise: na reta final da campanha, prefeito de Alhandra tenta botar passado em branco, mas termina abastecendo oposição

Não adianta culpar a justiça pelo indeferimento do registro de candidatura quando, na verdade, os candidatos não fizeram o dever de casa e agora apenas sofrem as consequências das decisões…