Por pbagora.com.br

A Justiça decidiu suspender a retirada de outdoors de uma escola em João Pessoa, por suposta mensagem subliminar em favor do candidato à prefeitura Cícero Lucena (PP). A decisão foi do desembargador Joas de Brito Pereira Filho, relator, após a escola impetrar um mandado de segurança explicando que a publicidade não evidencia propaganda eleitoral.

De acordo com a decisão, o desembargador afirmou que “não me pareceu perceptível de plano que os engenhos publicitários do Colégio Motiva façam alusão à propaganda eleitoral do candidato Cícero Lucena Filho”.

Conforme explica o texto da atual decisão liminar, que derruba a decisão de retirada dos outdoors, as peças publicitárias da escola já usava em anos anteriores uso de similar cartela de cores. Além disso, o desembargador entendeu que há, pelo menos, cinco cores distintas (azul, branca, amarelo, verde e rosa) nas peças publicitárias do colégio, as quais não constituem propriedade de campanha de candidato.

O desembargador também explicou que não existe o emprego de ícones, símbolos ou quaisquer outros elementos aptos a evidenciar, nos outdoors do colégio, propaganda eleitoral do candidato Cícero Lucena Filho.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Candidatos a prefeito de João Pessoa tem agenda cheia nesta quinta-feira

Entrevistas, encontros, visitas e gravação para o guia eleitoral, movimentam a agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta quinta-fe9ra (29) Confira a agenda dos 14 candidatos a prefeito…

Presidente do Podemos em Bayeux protocola pedido de CPI contra Luciene

O presidente do Podemos da cidade de Bayeux, Ary Júnior, protocolou no final da manhã desta quinta-feira, dia 29, um pedido de CPI e que também solicita o afastamento imediato…