Os presidentes dos partidos Podemos e Democratas, vereador licenciando Galego do Leite e Waldeny Santana, respectivamente, comentaram sobre o impacto da proposta de emenda à Constituição (PEC 33/2017) que cria cláusulas de desempenho eleitoral para que os partidos políticos tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo gratuito de rádio e televisão, além de acabar com as coligações para eleições proporcionais para deputados e vereadores, nesse caso a partir de 2020. A PEC já foi aprovada pelo Senado.

Galego, que comanda o Podemos em nível estadual, afirmou que o partido está de forma ordenada, com pessoas comprometidas com a sigla, e que a legenda não está preocupada com a quantidade de filiados, e sim com a qualidade destes militantes que irão disputar as próximas eleições.

Segundo ele, os partidos que não se reinventarem e não tiverem um grupo unido “estarão mortos” na próxima eleição.

– Os partidos têm que se reinventar. Acabou essa história de você ser um presidente de partido, pegar as atas e só se lembrar dos filiados próximo de fechar as coligações. Quem não tiver grupo, mais do que nunca, estará morto nas eleições de 2020. Nós não queremos quantidade. Não adianta encher o partido de figuras que não têm compromisso com o partido. Mais do que nunca, quem não valorizar os seus mandatários e filiados, e não estiver disposto a se desprender do cargo que exerce para poder compartilhar, dificilmente o partido vai crescer no Estado – pontuou.

Ao abordar o mesmo assunto, Waldeny, que comanda o DEM em Campina Grande, afirmou que o fim das coligações é algo importante para os partidos e que a medida valoriza o compromisso partidário.

– Isso valoriza mais o compromisso partidário, valoriza mais a legenda, acaba com as coligações, onde nós já sabíamos quem seriam os eleitos, já sabíamos quem seriam os candidatos que teriam suas ‘cadeiras cativas’ no Poder Legislativo. O fim das coligações já tem um ganho clássico, que é o fortalecimento do instituto do partido político – ponderou.

 

Redação


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: Galdino acredita na reconciliação de RC e João, e PSB sabe a importância dos líderes para 2020

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), deu a senha que aterroriza alguns setores da política paraibana. A real possibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho, e seu sucessor,…

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa,…