Por pbagora.com.br

A 4ª. Vara da Fazenda Pública de São Paulo determinou nesta quarta-feira (5) o bloqueio dos bens de dois filhos do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e de duas empresas ligadas à Maluf (Kildare Finance Limitec e Macdoel Investment Limited). A medida não vale para outra empresa da família, a Eucatex. Maluf é acusado pelo Ministério Público de desvios de verbas de obras do período em que foi prefeito de São Paulo.

Segundo a assessoria do ex-prefeito, a preservação dos bens da Eucatex “prova a inconsistência das acusações do Ministério Público”. A assessoria informou que Maluf vai recorrer da decisão que determinou o bloqueio dos bens de seus filhos e das empresas.

 

O rastreamento mostra que US$ 330 milhões foram desviados da construção de grandes obras. Quase a metade deste valor continua escondida no exterior. Mas a outra metade, mais de US$ 150 milhões (cerca de R$ 300 milhões), de acordo com o Ministério Público, deu a volta ao mundo, de acordo com o Ministério Público, até retornar para as contas dos Maluf no Brasil.

O dinheiro mudou de lugar, mudou de banco e passou por 50 contas até cair em Jersey, de onde os dólares regressaram para o Brasil. A promotoria afirma que são negócios de fachada da família Maluf. Investiram mais de US$ 90 milhões na Eucatex, empresa dos mesmos Maluf.

A volta do dinheiro, acusa a promotoria, também foi feita por meio de empréstimo, compra de títulos e pagamentos adiantados em favor da Eucatex. Total da lavagem: mais de US$ 166 milhões.

Maluf nega ter contas ou valores no exterior. “Não tenho nenhuma conta fora do Brasil. Só tenho conta aqui no Brasil. Vou passar uma escritura pública, de cessão de direitos: quem encontrar dinheiro meu fora do Brasil, o dinheiro é dele”, disse Maluf na última segunda-feira.

No mesmo dia, a assessoria de Maluf disse que o aumento de capital da Eucatex é legal e foi aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

 

G1

Notícias relacionadas

2021 terá edição do maior São João do Mundo, em CG, só que de forma virtual

O ano de 2021 terá mais uma edição do maior São João do Mundo, em Campina Grande, na Paraíba. A festa, no entanto, terá adaptações por conta da pandemia do…

Secretário executivo de Saúde da PB recebe título de Cidadão Paraibano

O título de Cidadão Paraibano foi concedido ao médico Daniel Gomes Monteiro Beltrammi, secretário executivo de Estado da Saúde. A honraria foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado…