Por pbagora.com.br
 
 

O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues virou réu da Operação Calvário, nesta terça-feira (06), após a Justiça aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público da Paraíba contra o ex-gestor.

Também se tornaram réus por conta da mesma denúncia Jovino Machado da Nóbrega Neto, Saulo Ferreira Fernandes e Daniel Gomes.

De acordo com a denúncia houve um suposto pagamento de R$ 150 mil, feito pelo delator Daniel Gomes, que teria como destino a campanha para eleição do então candidato à Prefeitura de Campina Grande, Romero Rodrigues, em 2012.

Ainda conforme apurou o MP, os recursos foram pagos com a garantia de que as organizações sociais comandadas por Daniel Gomes assumiriam a gestão na Maternidade Elpídio de Almeida, caso o candidato fosse eleito prefeito.

O juiz determinou a citação imediata dos acusados para que apresentem defesa preliminar dentro de dez dias.

PB Agora

 
 
Notícias relacionadas

Marcelo Queiroga assina protocolo de intenções de R$ 11 milhões para alta complexidade na saúde de JP

O prefeito Cícero Lucena e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinaram, na tarde desta sexta-feira (16), um protocolo de intenções entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e…

Maioria do STF mantém suspensão das condenações de Lula na Lava-Jato

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter a suspensão dos processos relacionados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tramitavam na 13ª Vara Federal de…