O atual superintendente do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael, garantiu nessa segunda-feira (29) que após intensas negociações conseguiu firmar um acordo com o candidato a presidente do Conselho Deliberativo, Antônio Gomes, que o mantém como candidato à reeleição. Apesar do acordo, segundo Júlio Rafael, ainda falta a definição do 3º nome para fechar a chapa da diretoria executiva.

Diante do impasse gerado pela posição do Conselho Deliberativo de impedir a inscrição da chapa encabeçada por Júlio Rafael e a ausência do presidente do conselho Mário Borba do Estado a solução encontrada foi uma composição dentro dentro da chapa encabeçada por Antônio Gomes. O acordo colocaria Júlio Rafael como candidato a superintendente, Ricardo Madruga como diretor administrativo/financeiro e um nome da casa que surgirá de um acordo. Júlio Rafael disse que na tarde de ontem conversou com Mário Borba e eles chegaram ao entendimento. “Esperamos ainda hoje (ontem) fecharmos a diretoria executiva”.

Júlio Rafael informou que está tentando chegar a um entendimento com a chapa de oposição a atual diretoria e é possível que haja uma única candidatura para a diretoria executiva. O atual superintendente do sistema conta com o apoio do governador eleito Ricardo Coutinho, do prefeito de João Pessoa Luciano Agra e do ex-governador Cássio Cunha Lima. “Conversei ontem com Mário Borba e chegamos a um entendimento sobre a minha candidatura”, resumiu.

De acordo com Júlio Rafael do ponto de vista legal não terá problema no registro de sua candidatura porque a resolução trata apenas que a inscrição poderia ser oito dias antes e não havia horário estipulado e segundo porque a própria comissão me deu uma certidão depois das 18h. “Se me foi concedida a certidão como não registrou minha candidatura”, questionou.

A chapa de oposição tem o petista Anselmo Castilho candidato a diretor superintendente, Valdey Ventura, diretor técnico e Rui Leitão (PMDB) diretor administrativo-financeiro. Somente Valdey é funcionário de carreira da casa. Grupo ligado a José Maranhão (PMDB). O grupo tem ligações políticas com José Maranhão (PMDB).

O presidente da Federação das Micro e Pequenas Empresas do Estado da Paraíba (FEMIPE), Antônio Gomes, não confirmou o acordo com o atual superintendente e justificou que só irá se pronunciar no decorrer da semana. Além de Antônio Gomes também se inscreveram para a presidência do conselho deliberativo Mário Borba (reeleição), e Alexandre Moura (Associação Comercial e Empresarial do Estado). Ainda não é possível saber se os atuais diretores Pedro Aurélio (técnico) e Luiz Alberto (administrativo) se mantém na disputa.

A disputa pelo Sebrae na Paraíba possui influência muito forte dos governos federal e estadual. A nova diretoria irá geror um orçamento de R$ 48 milhões em 2011, maior que mais de 90% dos municípios paraibanos. Os recursos são provenientes de uma contribuição de todas as empresas do pais e são distribuidos pelo Sebrae Nacional para as unidades nos Estados.

A eleição do Sebrae é decidida por 13 votos, num colégio integrado por representantes dos três bancos oficiais (BNB, Brasil e Caixa Econômica), dois do Governo do Estado (Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e Cinep), UFPB, Sudene, Sebrae Nacional, Fiep, Fecomércio, Fetag, Federação da Pequena e Micro Empresa e Federação das Associações Comerciais.

Do Jornal da Paraíba
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy é escolhido para presidir Comissão que vai analisar Mais Médicos

O deputado federal Ruy Carneiro, do PSDB da Paraíba, será oficializado na próxima semana como presidente da Comissão formada por deputados e senadores do Congresso Nacional para analisar o programa…

Líder na ALPB diz ser contra privatização das BRs 101 e 230 na Paraíba: “Não faria nenhum sentido”

Em entrevista à imprensa paraibana o ex-deputado federal e líder do bloco governista o deputado estadual Wilson Filho (PTB) opinou sendo contrário, a inclusão dos trechos das BRs 101 e…