A ausência do advogado Carlos Fábio (foto), constituído pelo prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB), provocou o adiamento da continuidade do julgamento de uma ação de investigação judicial eleitoral, batizada de ‘AIJE dos Trevos’, no Tribunal Regional Eleitoral.

O resultado parcial é de três votos pela aplicação de multa de 50 mil UFIRs (cerca de R$ 50 mil) no prefeito campinense, conforme voto do relator do caso, juiz João Ricardo Coelho.

O julgamento será retomado na sessão do TRE da próxima segunda-feira, com o ‘voto vista’ do juiz João Batista Barbosa.
 

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

RC participa de entrega da prêmio a ex-governador do Amapá, João Capiberibe

O presidente da Fundação João Mangabeira, o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, esteve nesta quinta-feira, 21, em Brasília onde participou da cerimônia do Prêmio Transparência e Fiscalização Pública 2019, entregue…

Advogado admite comandar sigla de Bolsonaro na PB, o Aliança pelo Brasil

Aliança pelo Brasil, partido que será encabeçado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, após deixar o PSL. O diretório da sigla na Paraíba já pode ter um comandante. O advogado…