A Paraíba o tempo todo  |

Juiz nega pedido de recontagem de votos a candidato em Bayeux: “Se conforme”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em decisão referente a pedido de recontagem de votos nas eleições municipais do município de Bayeux, o juiz Euler Paulo de Moura Jansen, da 61ª Zona Eleitoral em Bayeux, negou pedido feito pelo candidato a vereador no município, Advanilton Vita (PTB).

Como não conseguiu ser eleito, Advanilton alegou “considerar haver divergência ao resultado divulgado oficialmente pelo TSE” e solicitou que os votos fossem ‘contados’ novamente pelo tribunal.

Em sua decisão, o magistrado escreveu que “provavelmente o ex-candidato está com muito tempo livre. Coisa que não temos aqui nesta Justiça Eleitoral nem na Comum da qual continuamos a atuar cumulativamente.”

E questionou o ex-candidato para que apresentasse argumentos que justifiquem a recontagem. “Cadê a prova dessa inconsistência? Trouxe algum BU (boletim de urna) colado em porta de seção que teve voto diferente?”

O Juiz Euler Paulo concluiu sua decisão afirmando: “Se conforme.”

Veja documento

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe