O governador da Paraíba, José Maranhão, e o secretário de Estado de Segurança e Defesa Social, Gustavo Gominho, foram homenageados pelos delegados da Polícia Civil na noite desta sexta-feira (26). Eles receberam o título de sócios honorários de três entidades que representam a categoria: Associação de Delegados da Polícia Civil (Adepol), Sindicato dos Delegados da Polícia Civil da Paraíba (Sindepol) e Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados da Polícia Civil (Adepdel). A solenidade ocorreu na sede da Adepol, no Altiplano. Cerca de 100 pessoas, entre delegados, auxiliares do governo e magistrado, participaram do evento.

De acordo com o presidente da Adepol, Isaías Olegário, a homenagem teve o objetivo de agradecer a Maranhão e a Gominho pelos serviços prestados na área da segurança. Ele ressaltou que o governo deu prioridade à questão da segurança pública e “não mediu esforços para atender aos anseios dessa área”. “A decisão de prestar a homenagem foi tomada pelos próprios delegados, durante assembleia. É um ato de gratidão honesto e sincero que reconhece o esforço deles na melhoria das nossas condições de trabalho”, afirmou.

Visivelmente emocionado, Gustavo Gominho afirmou que o cargo de secretário de Segurança é “difícil e, muitas vezes, mal compreendido”. Apesar disso, ele buscou atender as reivindicações e manter diálogo aberto com a categoria. “Quando assumimos o governo, os delegados estavam em greve. Imediatamente, conversamos com eles, entramos em contato com o governador e colocamos um fim ao movimento. Vamos deixar o cargo neste final de ano. Receber uma homenagem nesse momento nos dá muita satisfação, porque mostra que o gesto é sincero”, declarou.

Após receber calorosos aplausos dos delegados por alguns minutos, José Maranhão afirmou que sempre procurou manter boa relação com as polícias, porque isso tem efeito cascata e gera benefícios também para a população. Mesmo com as receitas do Estado comprometidas com o pagamento de planos de cargos e carreiras, aprovadas na gestão anterior, ele fez investimentos na segurança. O governo entregou aos policiais quase 200 viaturas e armamentos novos, reformou e ampliou o prédio de diversas distritais e especializadas e ainda assinou o projeto de lei conhecido como “PEC 300 da Paraíba”.

José Maranhão também sancionou uma lei que prevê, a partir de dezembro deste ano, o pagamento de um subsídio aos delegados. O benefício vai garantir salário integral, após a aposentadoria. Antes, quem pedia para ficar na inatividade, perdia até R$ até R$ 3 mil nos contracheques.

“Essa homenagem tem um significado muito forte para mim. Ela mostra que nosso trabalho foi satisfatório e reconhecido. Essa categoria não está nos homenageando por interesses pessoais, mas porque aprovou nosso trabalho. Eu estou muito orgulhoso”, destacou.

Entre os presentes na solenidade, estavam o comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba, Wilde Monteiro; o secretário de Cidadania e Administração Penitenciária, Carlos Mangueira; o superintendente do Detran, Francisco de Assis, e o secretário executivo de Comunicação, Genésio Alves.

 

Secom

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho diz que boa relação institucional entre João Azevêdo e Bolsonaro beneficia a Paraíba

O deputado federal Efraim Filho (DEM) tem feitos constantes elogios à postura adotada pelo governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), em relação ao trato com o presidente da República, Jair…

Romero lamenta a morte da jornalista Lena Guimarães

O prefeito Romero Rodrigues lamentou profundamente a morte, na manhã desta segunda-feira. 18, em um hospital particular de João Pessoa, da jornalista Lena Guimarães, colunista do Jornal Correio da Paraíba…