O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF) está mobilizando os profissionais que fazem a cobertura do Planalto e do Congresso Nacional para um protesto na Esplanada dos Ministérios em defesa do jornalismo e da democracia e em repúdio aos ataques  feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O ato está marcado para o dia 18 de março.

Veja o vídeo de convocação para o ato:

Na manifestação, os jornalistas pretendem repetir o ato histórico feito por fotógrafos que cobriam o Palácio do Planalto (onde despacha o presidente da República) em 1984. Em protesto contra o tratamento dispensado pelo presidente da época, general João Figueiredo, cruzaram os braços e abaixaram as câmeras, dando origem à imagem histórica destacada acima.

“Os ataques do Bolsonaro contra a imprensa infelizmente nos fazem recordar muito a esse momento da ditadura militar em que tinha um enorme desrespeito e censura com os jornalistas e a imprensa. É necessário relembrar esse momento, não só o que acontecia, mas também a resposta dos jornalistas à isso”, esclareceu Juliana César Nunes, diretora do Sindicato.

Juliana explica que o sindicato e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), que endossa o protesto, atendem a uma reclamação dos profissionais da área, que são frequentemente alvos de ofensas e de ironias de Jair Bolsonaro ao exercerem o ofício. Segundo ela, “a categoria está muito indignada com o desrespeito que vem ocorrendo”. A data escolhida tem como objetivo coincidir com o dia escolhido por vários movimentos de oposição para se manifestar “em defesa dos serviços públicos, da educação e dos direitos”.

Redação com Congresso em Foco

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: Cartaxo amplia para 19 de abril restrições em ônibus, escolas e comércio

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, informou, nesta quinta-feira (02), que os estudos apontam o mês de abril como decisivo no combate ao…

Romero define hoje retomada do comércio em CG, já a partir de segunda

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, reúne-se hoje, por videoconferência, com representantes do comércio, serviços e indústria, além de Ministério Público Estadual e Ministério Público do Trabalho, para discutir…