Por pbagora.com.br

 O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, mandou prender nesta sexta-feira o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do mensalão. Barbosa negou o pedido de prisão domiciliar feito pelo réu. A pena de sete anos e 14 dias de prisão será cumprida em regime semiaberto no Rio de Janeiro. O conteúdo da decisão não foi divulgado.

Em 19 de dezembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendou que Jefferson, delator do esquema do mensalão, cumprisse a pena na cadeia, e não em casa. A opinião foi manifestada em parecer enviado ao STF. Hoje, Barbosa concordou com a sugestão.

No parecer, Janot argumentou que, em ofício, a Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio de Janeiro, atestou o sistema prisional do estado tem condições de receber o condenado e fornecer o tratamento médico que ele demanda. Em 2012, Jefferson foi submetido a cirurgia de retirada de um tumor no pâncreas.

O Globo

Notícias relacionadas

Ruy faz novo investimento no Hospital São Vicente e reforça atenção aos pacientes do SUS

Com o objetivo de fortalecer o Sistema Único de Saúde, que atende cerca de 150 milhões de brasileiros, segundo dados do IBGE, o deputado federal Ruy Carneiro destinou R$ 1,2…

Sob nova direção, PROS vai tentar reverter dissidências na Paraíba

Agora sob o comando de Fábio Carneiro, o PROS na Paraíba vai tentar não apenas ampliar o quadro de filiados, mas também reverter as dissidências que ocorreram por conta das…