O candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, se reuniu nesta terça-feira (18) com agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias do município de Campina Grande. Após ouvir os pleitos das lideranças dos sindicatos do setor, João se comprometeu com a principal pauta da categoria: a complementação do curso de Formação Técnica para Agentes de Saúde. Ele garantiu viabilizar a realização do curso através de convênio com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). 

“Eu sei que vocês precisam completar esse curso com mais duas etapas e assumo o compromisso agora com vocês, que se o Ministério da Saúde não autorizar a realização do curso, nós vamos viabilizar via convênio com a Universidade Estadual da Paraíba”, afirmou João.

O candidato socialista lembrou que representa um projeto que garantiu avanços e que tornou a Paraíba um estado mais justo com as pessoas, principalmente aquelas que eram praticamente invisíveis aos olhos do Poder Público. “Não caí de paraquedas nesse processo e nem acordei um dia querendo ser governador. Construí uma trajetória e fui escolhido por um grupo para representar a continuidade desse projeto”.

Acompanharam João na agenda em Campina Grande, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o candidato ao Senado, Veneziano Vital do Rêgo (PSB), o deputado estadual, Adriano Galdino (PSB), a candidata a deputada federal, Ana Cláudia Vital (Podemos), o candidato a deputado federal, Anderson Almeida (Podemos), e o vereador de Campina e candidato a deputado estadual, Anderson Maia (PSB).

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Visando eleições, dois auxiliares de Cartaxo articulam data para deixar a PMJP; movimentação traz mudanças na CMJP

As articulações e estratégias visando as eleições municipais deste ano já estão a todo o vapor e quem ocupa cargos públicos precisa se afastar das funções para poder concorrer. Desta…

Veneziano defende concurso público para a previdência

Ao analisar a recente decisão do presidente Jair Bolsonaro de contratar militares da reserva para tentar diminuir o ‘apagão’ nos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil,…