Ao destacar que João Pessoa não pode voltar ao retrocesso e afirmar que o Partido Verde terá candidatura própria a prefeitura de João Pessoa neste ano, o prefeito da capital e presidente estadual do PV Luciano Cartaxo, basicamente descarta seu apoio a aliados, como o do deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) e Manoel Júnior (Solidariedade), atual vice-prefeito da Capital.

Segundo Cartaxo, o PV deverá anunciar um nome forte e competitivo, para ganhar as eleições e segundo ele, dar sequência ao trabalho que vem sendo realizado.

“O mais importante é que seja dada continuidade ao trabalho que vem sendo realizado na cidade. São muitas obras que estão sendo executadas e iniciadas este ano. Precisamos manter isso e preparar a cidade para um milhão de habitantes. João Pessoa não pode correr o risco do retrocesso.”, declarou.

A partir dessa realidade surgem dentro da gestão nomes como os de Daniela Bandeira, Diego Tavares, Zeneddy Bezerra e até mesmo Adalberto Fulgêncio, de acordo com as informações de bastidores.

“Também vamos discutir a chapa proporcional para vereador que é importante, mas o momento é de acertarmos o perfil do candidato a prefeito. É um processo que inicia agora, mas ouvindo todo mundo”, disse Luciano.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TJPB acata ação do Estado e decreta ilegalidade da paralisação das forças policiais

O desembargador Leandro dos Santos, do Tribunal de Justiça da Paraíba, acatou ação do Governo do Estado e decretou ilegal qualquer movimento de caráter paredista que envolvam as forças policiais…

Análise: polícia não pode fazer greve, mas pode passar fome?! Os direitos humanos estão acima das leis

Por lei, policiais não podem fazer greve. Na prática, os poderes públicos se apegam a esta imposição legal para maltratar uma das categorias mais importantes para a sociedade, aquela que…