O governador João Azevêdo (PSB) evitou reagir, durante entrevista nesta terça-feira (06) a ausência do G10, sub-bloco existente dentro da bancada de situação,  ao café da manhã com a base aliada no Palácio da Redenção na manhã de hoje. Segundo ele, alguns parlamentares explicaram que não puderam ir e outros devem ter tido motivos para não comparecerem.

“Cada deputado deve ter tido seus motivos para não comparecer. Alguns explicaram que não puderam passar pelo transito, não faço pré-julgamento sobre isso. Não tenho nenhum tipo de reclamação posta até agora. Se tivesse seria lá na reunião. Se não foram é porque não tem o que dizer”, comentou Azevêdo.

O deputado Júnior Araújo afirmou que o G-10 decidiu priorizar pautas que entende ser “indispensáveis” para o estado, como a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Orçamento Impositivo. A insatisfação foi endossada pelo deputado Tião Gomes (Avante).

Para João, o encontro seria propício justamente para o grupo revelar essas insatisfações.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“O que não deixa a saúde funcionar é a corrupção e falta de gestão”, diz Ruy

A falta de informatização na gestão da saúde em João Pessoa compromete o atendimento às pessoas e dá margem para corrupção. Este foi um dos problemas apontados durante entrevista nesta…