A Paraíba o tempo todo  |

João confirma a Lula viabilidade de apoio na Paraíba sem cobrança de exclusividade: “Pode ter até 20 palanques”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O governador João Azevêdo (Cidadania) revelou que, em conversa com o ex-presidente Lula (PT) nessa quarta-feira (25), durante agenda na cidade Natal, colocou o seu “palanque” à disposição do petista, que deve ser candidato à presidência da República no ano que vem. Ele negou, no entanto, que queira “exclusividade” e que Lula pode estar em até “20 palanques” no estado.

“Eu disse ao presidente, em função até de ele ter sido meu aliado em 2018, que o nosso palanque está à sua disposição e que ele poderia ter dois, três, quatro, quinze, vinte palanques na Paraíba, mas que o nosso estaria à disposição e é sobre isso, justamente, que ele gostaria de conversar e que voltaria à Paraíba para a gente ter essa discussão”, afirmou em entrevista uma TV local.

João confirmou, ainda, que o ex-presidente irá visitar a Paraíba nos próximos dias e irá solicitar uma audiência com o Governo do Estado para discutir pautas administrativas e políticas.

“O ex-presidente informou, de uma forma muito direta, que virá à Paraíba e irá solicitar uma audiência formal com o Governo do Estado para que a gente possa discutir, não só as questões administrativas, não só o projeto que ele está apresentado para todos os governadores com sua proposta de campanha no próximo ano, bem como a própria situação política no estado da Paraíba”, finalizou.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe