Por pbagora.com.br

O anúncio do apoio dos partidos de oposição ao nome da primeira dama de Campina Grande, Micheline Rodrigues (PSDB), como pré-candidata a vice-governadora na chapa de Lucélio Cartaxo (PV) repercutiu também no campo governista, que lamentou o estilo 'familiar' adotado pelos adversários.

Para ele, já era esperado e classificou a união como ‘familiar’.

Ele destacou que sua chapa vai contra esse tipo de construção e não segue esse tipo de acordo.

João ainda avaliou que a escolha por Micheline não apressa a escolha de seu vice.

– Essa chapa que está sendo anunciada já estava acertada. Uma chapa familiar que está sendo montada e que não tem novidade nenhuma. Está sendo feita na sala de alguém – disse.

As informações foram veiculadas na Rádio Arapuan FM.

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais prazo: Romero pode deixar só para dia 15 definição sobre escolha em CG

Nem 07 nem 10. Deve ficar para o dia 15 de agosto a definição do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), sobre a escolha do nome do grupo que…

“Não teve briga”, reforça Efraim sobre saída do DEM do Centrão

O DEM e o MDB, que integram o Centrão na Câmara, anunciaram desde o fim de julho que saíram do bloco — liderado pelo deputado Arthur Lira (Progressistas-AL) e que…