O deputado estadual Jeová Campos, conhecido por liderar o debate em defesa da chegada da água da Transposição aos municípios paraibanos, fez duras críticas à possibilidade de privatização da estatal brasileira Eletrobrás.

Para Jeová, o povo brasileiro será duramente penalizado caso a empresa venha a ser vendida, tese defendida pelo ministro da Economia Paulo Guedes e pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

– A venda do Sistema Eletrobrás passa também pela venda Chesf. A Eletrobrás são 47 barragens, 52% de toda água doce armazenada no Brasil e com a privatização deste setor nós vamos ficar com a água mais cara, a energia mais cara, o alimento mais caro porque a lógica vai ser apenas a do capital: ganhar mais dinheiro – declarou Jeová.

O deputado, defendeu a mobilização dos demais parlamentares estaduais, da bancada federal e também da população contra a venda da estatal que, segundo ele, trata-se de uma ideia inaceitável e lembrou que Bolsonaro, ante de eleger-se presidente, disse ser contra a privatização.

– Não podemos aceitar a venda da água, das barragens, vender as fontes geradoras de energias para empresas estatais de outros países. O ano passado Bolsonaro fez uma crítica profunda contra a venda do sistema Eletrobrás, não dá pra entender como ele agora está defendendo a venda. A pergunta é: isso é estelionato eleitoral ou não é? – questionou.

Confira vídeo onde o presidente da República, enquanto deputado federal, disse ser contra a privatização da Eletrobrás.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito é denunciado por suposta cobrança de propina a empresa licitada

O processo penal teve origem a partir de notícia-crime protocolizada em novembro de 2018, no Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) Pela suposta prática do crime…

Em nota, PT-PB repudia ato de Bolsonaro contra Congresso: “A sociedade deve reagir”

Em nota, o PT da Paraíba repudia os atos convocados pelo presidente Jair Bolsonaro conclamando o fechamento do Congresso Nacional. O comunicado ressalta que a Democracia nunca esteve tão ameaçada…