Por pbagora.com.br

Após a Justiça determinar o afastamento do prefeito de Bayeux, Berg Lima, o presidente a Câmara, Jefferson Kita (PSB), espera apenas a notificação para assumir o comando a prefeitura.

Uma das primeiras ações do vereador no posto de prefeito, de acordo com ele, é cortar despesas, enxugando a máquina.

Entre as medidas, Kita anunciou a exoneração de pelo menos 30% dos comissionados e contratados por excepcional interesse público.

“Vamos enxugar a máquina, não tem outro caminho. Como eu estou assumindo o cargo por uma decisão da Justiça, não terei preocupação em desagradar muita gente. Vamos afastar a politicagem da prefeitura de Bayeux”, sentenciou.

Com relação ao enfrentamento ao novo coronavírus, o novo gestor municipal disse que vai procurar o governador João Azevêdo em busca de ajuda, além de montar uma equipe técnica e converter em coordenadorias, secretarias como a da Mulher, Indústria e Comércio e a pasta dos Esportes.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: gestão João Azevêdo é aprovada por 70,8% em Monteiro

A administração do governador João Azevêdo (Cidadania) à frente do comando estadual é aprovada por 70,8% dos monteirenses entrevistados pelo Instituto Datavox, na pesquisa divulgada neste domingo (17), pelo portal…

INAPTO: Justiça eleitoral barra candidatura de Beto Brasil à prefeitura de Solânea

Em decisão proferida nesta segunda-feira (19), a justiça eleitoral por meio do juiz Osenival dos Santos Costa, indeferiu a candidatura a prefeito de Solânea, no Brejo da Paraíba, de Beto…