O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto ainda tem a esperança de que a crise no PSB, partido aliado, seja sanada. Coisa que até os mais otimistas integrantes do PSB na Paraíba, parecem não mais acreditar. A crença do petista na união das oposições na capital aumentou após a decisão do STF de liberar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “É importante que a gente possa chegar, em março, que é o período final de filiação para que todo mundo fique junto”, disse.

Em João Pessoa, Macedo reafirmou a intenção de que o PT marche com o PSB, PDT, PCdoB, Rede, PSol e os demais partidos que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro, nas eleições do ano que vem. “O nome que melhor representar esse campo defendo que seja o candidato a prefeito. Eu particularmente acho, a título de hoje, o nome do ex-governador Ricardo Coutinho com o que pode unificar esse campo. “Não é segredo que o PT tem preferência por Ricardo Coutinho.”, comentou.

Jackson reafirmou que se Coutinho decidir ser candidato a prefeito da Capital, o PT dará preferência ao nome dele. “Agora ele não sendo candidato, eu defendo que o PT tenha candidatura própria. E nós temos nomes aptos para disputar à sucessão municipal, entre ele Luiz Couto, Anísio Maia, Nelson Lira!”, comentou.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gervásio sai em defesa de decisão do PSB de pedir mandato de João

O deputado federal Gervásio Maia Filho, vice-presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Paraíba, afirmou nesta quinta-feira (5) apoiar a decisão anunciada pela Executiva nacional do partido tomada contra…

Vídeo: fuxicos sobre não ter legenda em 2020 teriam ‘envenenado’ RC

A avaliação que o governador João Azevêdo fez sobre os motivos que levaram o ex-governador Ricardo Coutinho, do PSB, a agir da forma que agiu fazendo com que a crise…