O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto ainda tem a esperança de que a crise no PSB, partido aliado, seja sanada. Coisa que até os mais otimistas integrantes do PSB na Paraíba, parecem não mais acreditar. A crença do petista na união das oposições na capital aumentou após a decisão do STF de liberar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “É importante que a gente possa chegar, em março, que é o período final de filiação para que todo mundo fique junto”, disse.

Em João Pessoa, Macedo reafirmou a intenção de que o PT marche com o PSB, PDT, PCdoB, Rede, PSol e os demais partidos que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro, nas eleições do ano que vem. “O nome que melhor representar esse campo defendo que seja o candidato a prefeito. Eu particularmente acho, a título de hoje, o nome do ex-governador Ricardo Coutinho com o que pode unificar esse campo. “Não é segredo que o PT tem preferência por Ricardo Coutinho.”, comentou.

Jackson reafirmou que se Coutinho decidir ser candidato a prefeito da Capital, o PT dará preferência ao nome dele. “Agora ele não sendo candidato, eu defendo que o PT tenha candidatura própria. E nós temos nomes aptos para disputar à sucessão municipal, entre ele Luiz Couto, Anísio Maia, Nelson Lira!”, comentou.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aliados discordam de Cartaxo sobre critérios para escolha de candidato

Ao destacar que João Pessoa não pode voltar ao retrocesso e afirmar que o Partido Verde terá candidatura própria à prefeitura de João Pessoa neste ano, o prefeito da capital…

Hospital da FAP comemora investimentos conquistados através de Veneziano

A direção do Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) veio a público agradecer ao senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) pela conquista de mais dois novos equipamentos, frutos de…