Por pbagora.com.br

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo ironizou a saída de Nelson Teich do ministério da Saúde, antes mesmo de completar um mês no cargo.

Jackson engrossou o coro de críticas com relação à segunda demissão ocorrida no ministério em meio a maior crise sanitária da história do país causada pelo novo coronavírus.

De forma irônica o presidente do PT declarou que o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores irão dizer, a partir da saída de Teich, que ele é comunista e por isso teria pedido demissão.

“E nasce mais um comunista. Alguém salve o Brasil pelo amor de Deus” declarou Jackson ao repercutir a demissão de Teich.

PB Agora

Notícias relacionadas

Em Campina, aconteceu Audiência Pública sobre o Dia Mundial das Doenças Raras e muitas demandas foram apresentadas

De autoria do vereador Olimpio Oliveira a Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) promoveu na manhã desta quinta-feira (25), Audiência Pública pelo Dia Mundial das Doenças Raras. O parlamentar é…

Ex-prefeito de Alhandra rebate acusações de desvio de recursos

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu recentemente um alerta, sobre supostas irregularidades em licitações e dispensas realizadas pela Prefeitura de Alhandra, na Região Metropolitana de João…