Por pbagora.com.br
 
 

O presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo ironizou a saída de Nelson Teich do ministério da Saúde, antes mesmo de completar um mês no cargo.

Jackson engrossou o coro de críticas com relação à segunda demissão ocorrida no ministério em meio a maior crise sanitária da história do país causada pelo novo coronavírus.

De forma irônica o presidente do PT declarou que o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores irão dizer, a partir da saída de Teich, que ele é comunista e por isso teria pedido demissão.

“E nasce mais um comunista. Alguém salve o Brasil pelo amor de Deus” declarou Jackson ao repercutir a demissão de Teich.

PB Agora

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeitáveis de CG discutem sobre machismo e feminismo em debate na TV

Os temas machismo e feminismo foram destaques no debate na TV Itararé com os candidatos e a candidata a prefeita de Campina Grande, realizado na última sexta-feira (23). Olímpio Rocha…

Emenda do senador Veneziano garante ambulância para o Hospital Regional de Queimadas

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) esteve na última sexta-feira (23) na solenidade de entrega de uma ambulância ao Hospital Regional de Queimadas. Também participaram da entrega representantes do…