A Paraíba o tempo todo  |

Irritado com divulgação da ação que pede a cassação do seu mandato, Bosco Carneiro se defende na tribuna da ALPB

O deputado estadual Bosco Carneiro (Republicanos) quebrou o silêncio e comentou sobre a ação que tramita na Justiça Eleitoral e pede a cassação do seu mandato por supostamente a sua coligação, Força do Trabalho V, ter usado laranjas para cumprir o coeficiente mínimo de candidaturas femininas nas eleições de 2018.

Irritado, Bosco garantiu que nem ele, nem os suplentes da coligação cometeram algum tipo de ilícíto. O parlamentar citou, ainda, que fazia a sua defesa publicamente uma vez que o caso se tornou público e, portanto, deixou de ser segredo de justiça.

Se deixou de ser segredo de Justiça, eu tenho o dever moral e ético de vir aqui, apresentar a nossa justificativa, porque a defesa técnica, os nossos advogados estão fazendo perante o TRE e nós confiamos no Direito e na Justiça e não temos nenhuma preocupação em relação a isso, mas como homem público preciso esclarecer o que de fato está acontecendo, porque o deputado João Bosco Carneiro Júnior como os demais deputados não cometeram qualquer ato ilícito”, disse.

Bosco citou o advogado Miguel Reale, argumentando que seria uma penalização desproporcional a cassação de uma chapa que, segundo ele, teve mais de 200 mil votos da população sem “dinheiro de governo, nem de ninguém”.

“Inclusive de mais de 200 mil votos, concedidos livremente de forma consciente, sem ser comprados com dinheiro de quem quer que seja, nem dinheiro de governo, nem de ninguém. Os votos foram conquistados de forma independente e nesse aspecto eu quero reafirmar o meu compromisso: o deputado João Bosco Carneiro Júnior a Paraíba conhece. Fiz uma campanha simples, humilde e de pé no chão. Tive mais de 21 mil votos, mas de forma nenhuma corrompendo ou ludibriando o povo”, arrematou.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe