A Paraíba o tempo todo  |

“Intolerância e democracia não andam juntas” diz João ao rechaçar atos violentos nesta corrida eleitoral

O governador João Azevêdo (PSB) frisou, em entrevista a uma emissora do Brejo paraibano, o quanto os políticos têm a obrigação de presarem pela democracia e levarem o discurso de paz aos seus apoiadores, sobretudo em um período de polarização como o que está sendo registrado em todo o país.

De acordo com João não há como misturar mentiras e democracia, nem muito menos intolerância e democracia e que essa deve ser uma das bandeiras e o compromisso dos homens e mulheres públicas.

“Nós temos obrigação de dizer, claramente, para nosso aliados e seguidores: violência e democracia não andam na mesma estrada. Não tem jeito. Mentira e democracia, não andam na mesma estrada. Intolerância e democracia, não andam na mesma estrada. Temos que ter esse compromisso, e esse eu assumo. Jamais sairá da minha boca uma fala na direção de incentivar pessoas à prática da violência” argumentou.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      6
      Compartilhe