Por pbagora.com.br

O internauta Kedson Raniery, fez uso das suas redes sociais para denunciar um suposto sucateamento no Hospital Regional Doutor SA Andrade, em Sapé. “Absurdo! Essa "MÁ DIGESTÃO" dos Felicianos, estão acabando com a nossa Cidade. Ontem eu estive lá com meu filho e presenciei o descaso que se encontra o hospital Sá Andrade”, disse revoltado.

 

Segundo Kedson Raniery, ao chegar ao hospital ontem (20) por volta das 15h, só foi atendido ás 19h. “Sem contar que nos consultórios médicos não havia nenhum médico para nos atender. Havia dezenas de pessoas que já se encontrava lá antes de mim, muitos tinham chegado lá desde o turno da manhã, e após meu filho ser atendido, as pessoas ainda se encontravam lá. Mais de 12h na fila de espera. Tive que falar a verdade em alta voz no meio de todos, foi onde uma das recepcionistas veio tomar alguma providência, foi aí que ela pegou minha ficha e pediu para que eu entrasse com meu filho para ser atendido”, disse.

 

O internauta afirmou ainda que teve que acionar até a polícia para poder conter os pacientes que estavam lá sem esperança de serem atendidos e revoltados. “Isso é um absurdo para essa cidade. Estava faltando medicamentos, não tinha Benzetacil e outros medicamentos. A população pede socorro e se possível deve ser instaurada uma CPI para investigar a saúde de Sapé. Pois o dinheiro que entra todo mês, segundo o TCE da PB dá suficiente para ter um hospital de boa qualidade, mas infelizmente não é aplicado”, revelou.

 

Veja o desabado na integra:

ATENÇÃO! FATO GRAVÍSSIMO EM SAPÉ!

 

O Hospital Sá Andrade em Sapé se encontra sucateado.

Absurdo! Essa "MÁ DIGESTÃO" dos felicianos, estão acabando com a nossa Cidade. Ontem eu estive lá com meu filho e presenciei o descaso que se encontra o hospital Sá Andrade. Chegamos lá as 15h e só vinhemos ser atendidos as 19h. Sem contar que nos consultórios médicos não havia nenhum médico para nos atender. Havia dezenas de pessoas que já se encontrava lá antes de mim, muitos tinham chegado lá desde o turno da manhã, e após meu filho ser atendido, as pessoas ainda se encontravam lá. Mais de 12h na fila de espera. Tive que falar a verdade em alta voz no meio de todos, foi onde uma das recepcionistas veio tomar alguma providência, foi aí que ela pegou minha ficha e pediu para que eu entrasse com meu filho para ser atendido. Teve até polícia para poder conter os pacientes que estavam lá sem esperança de serem atendidos e revoltados. Isso é um absurdo para essa cidade. Estava faltando medicamentos, não tinha Benzetacil e outros medicamentos. A população pede socorro e se possível deve ser instaurada uma CPI para investigar a saúde de Sapé. Pois o dinheiro que entra todo mês, segundo o TCE da PB dá suficiente para ter um hospital de boa qualidade, mas infelizmente não é aplicado.

Aí vem a pergunta, para onde está indo o dinheiro que deveria ser aplicado na saúde pública?

 

""

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

“Não é fácil discutir política com a juventude”, diz secretário do PT-PB

Os partidos classificados como de centro político foram os grandes destaques das eleições municipais de 2020 e dividiram o controle dos municípios de forma mais equilibrada. Pela primeira vez desde…

“Nossa educação não está preparada”, diz Chió ao apoiar João no não retorno das aulas presenciais

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou esta semana audiência pública, para debater o retorno às aulas presenciais nas redes de ensino pública e privada do Estado. Na opinião do…