O deputado estadual Inácio Falcão, do PCdoB, respondeu as declarações Felipe Leitão (DEM), que preside o agora G10 na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e previu novas adesões ao grupo que já chegou a ter 11 integrantes.  Segundo ele, a declaração é blefe, já que ao invés de crescer o partido tende a se dissolver. “Eu acredito que esse G em breve deverá se dissolver como sonrisal”, disse o parlamentar comunista.

A afirmação refere-se ao bloco parlamentar que se declara de situação, mas que foi formado para atuar com independência em relação ao governo na ALPB, o então “G11”.

Inácio disse que o G é um tema que, na verdade, ele não gosta de debater, por acreditar que cada parlamentar tem o seu desejo de optar por qual caminho trilhar em relação a gestão do governo. No entanto, em meio a escolha do “não posicionamento” sobre o tema, o político disse que não acredita em uma perspectiva de crescimento do bloco, que já foi anunciada pelo líder do agrupamento, deputado Felipe Leitão (DEM).

“Esse G começou com G4, G8, G9, G10, G11, creio eu que agora baixou para G9, porque saíram dois (Júnior Araújo e Érico). Há uma tendência de se dissolver de uma forma natural”, afirmou.

O parlamentar pontuou também que há uma expectativa que na próxima semana mais um ou dois deputados anunciem a saída do “G” e completou ressaltando que o governo não pode ter duas bancadas dentro da própria bancada.

“Nós defendemos uma ideologia administrativa, nós defendemos uma ideologia de crescimento do estado da Paraíba. A Paraíba precisa crescer, precisa retomar o seu crescimento, para que possamos, realmente, dar uma resposta a sociedade que tanto acreditou e que tanto acredita numa gestão promissora como é a do governo do Estado”, comentou.

Nesta sexta-feira (06) Felipe Leitão chegou a ser questionado sobre quem seriam esses possíveis reforços, ele não revelou,l mas deixou claro que poderão ser mais de três parlamentares a ingressar no grupo.

“Eu prefiro que eles mesmos façam os anúncios, ou seja, o que hoje é G10, amanhã poderá ser G13, G14 ou G15, só Deus sabe, o destino a Ele pertence, mas as conversas que nós temos tido com alguns colegas, a chance do nosso grupo aumentar, eu diria que é muito grande”, frisou. “Disseram em alguns programas que o grupo irá morrer até o São João, eu se fosse apostar, não apostaria nessa tese”, complementou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Wilson é um grande parceiro”, diz prefeito de Sousa, Fábio Tyrone

Em entrevista a imprensa, o prefeito de Sousa e candidato a reeleição, Fábio Tyrone (Cidadania), fez um balanço sobre parceria com o deputado Federal, Wilson Santiago (PTB) em prol da…

Bruno Farias critica plano de retomada da PMJP: É puro amadorismo

Em plena execução da 2ª Fase de seu plano de flexibilização, a gestão municipal demonstra incoerência, insensibilidade, falta de planejamento, ausência de diálogo com o setor produtivo e indiferença com…