Por pbagora.com.br

Em entrevista ontem (23), o líder da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) o vereador Marcos Henriques (PT) disse que recuou um pouco do propósito de impeachment contra o prefeito Luciano Cartaxo (PV), mas garantindo que não desistiu da iniciativa anunciada na tribuna da Câmara no meio desta semana.

 

"O líder da situação, vereador Milanez Neto, está falando numa reunião com a bancada da oposição na próxima semana aceitando que o prefeito já admite o cumprimento das emendas, então resolvi aguardar até a próxima semana", disse Marcos Henriques, destacando que não vai desistir de implicar o prefeito no crime de responsabilidade fiscal.

 

Devido ao não cumprimento das emendas impositivas, por parte da gestão municipal, os vereadores estão enfrentando dificuldades junto ao eleitorado, já que se comprometem em destinar verbas para serviços e obras, mas as ‘promessas’ não saem do papel justamente por conta da omissão do poder público.

 

 “Os advogados estão estudando, já tenho parecer favorável para ingressar com esse processo de impeachment. Irei entrar. Não quero dizer que Cartaxo é desonesto, no sentido de ficar com algum dinheiro, mas há um crime de responsabilidade quando vira as costas para a cidade e não cumpre as emendas”, emendou.

 

 

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ANÁLISE: Cícero versus Ricardo. Um duelo possível, e até necessário, que entraria para a história

Além de bom para João Pessoa, seria este um duelo para ninguém esquecer; uma refrega eleitoral boa de ver: uma final de eleição para prefeito de João Pessoa disputada, palmo…

Paraíba tem quase 3 milhões de eleitores aptos a votar nas Eleições deste ano

A Paraíba tem quase 3 milhões de eleitores aptos a votar nas eleições municipais marcadas para 15 de novembro. Segundo dados do Tribunal Eleitoral Regional (TRE-PB), o Estado tem 2.966.759…