Braço direito de RC faz diagnóstico da oposição na ALPB e constata duas enfermidades: calafrio e depressão 

Tido como um dos integrantes da ‘troca de choque’ que defende o Governo Ricardo Coutinho (PSB) na Paraíba, o líder da bancada de situação na Assembleia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSB) fez, nesta quarta-feira (06), um diagnóstico sobre o atual comportamento dos parlamentares da bancada de oposição na Casa e constatou que os adversários da administração estão sofrendo de depressão e calafrios por não conseguirem contrapor as ações do Governo do PSB no Estado.

Conforme Hervázio, como os deputados de oposição não encontram solução para o embate com o Governo, a alternativa encontrada por eles é ‘atirar pedras na gestão estadual’.

“Eles estão extremamente preocupados com as ações do Governo em todas as regiões do Estado, cada um na sua área de atuação, porque são muitas as ações do Estado, mas esses deputados vão se preocupar muito mais, porque o governador estará dando a ordem de serviço lá no trevo de Mangabeira ", disse.

Hervázio lembrou ainda que na semana passada, por exemplo, o governador inaugurou o Centro de Convenções, fato que deixou os deputados ‘numa crise profunda de depressão’.

"Mas essa depressão da oposição só tende a aumentar  porque são muitas obras, muitas autorizações de licitações e serviços, muitas inaugurações de estradas e isso vem causando um calafrio tremendo aos deputados de oposição e a alternativa que eles encontram é procurar atirar pedras”, desabafou Hervázio.

Para Hervázio, ‘quanto mais pedras os oposicionistas atirarem, mais o governador Ricardo Coutinho vai trabalhar pela Paraíba’.

O líder ainda condenou a tentativa de invasão dos deputados da Comissão de Saúde ao Hospital de Emergência e Trauma da Capital

“Quem é que há de concordar com que se invada uma área, um hospital de urgência e emergência, uma área vermelha, com paciente com fraturas e vulneráveis a infecção, porque não foi apenas um grupo de deputados que adentrou na área, mas também dezenas de assessores e jornalistas, filmando, batendo fotos e constrangendo os pacientes”, relatou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Henrique Lima/ Márcia Dias


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: a metáfora de “RC, João e a guerra em terra Tabajara”

A guerra foi deflagrada. Montgomery decidiu firmar o desembarque no Sanhauá de forma rápida e precisa, a fim de evitar maiores movimentos do exército oposicionista comandado pelo general Hideki Tojo.…

Opinião: RC vê conotação política em escritório arrombado. Acha que há mandantes

Em resposta a questionamentos da coluna, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse, na madrugada deste domingo (18), não ter dúvidas de que…