A Paraíba o tempo todo  |

Habitação: pacote exclui 220 cidades da Paraíba

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Eleito nesta quinta-feira (26) vice-presidente da Comissão da Crise, o deputado federal paraibano, Efraim Filho (DEM), denunciou na tribuna da Câmara Federal na sessão de hoje que o programa nacional de construção de casas anunciado pelo governo federal exclui 220 municípios da Paraíba porque só contempla municípios com mais de cem mil habitantes.

Para o deputado, os paraibanos que não têm casa e moram em pequenas cidades da Paraíba terão que se mudar para Campina Grande, Santa Rita ou João Pessoa para ser beneficiado com o programa. “Vamos desmascarar esse programa que é excludente quando deveria beneficiar, de forma geral, os mais carentes sem discriminação”, disse o deputado.

O programa O Plano Nacional de Habitação “Minha Casa, Minha Vida”, lançado, ontem, pelo governo federal prevê a construção de mais de 21,3 mil moradias na Paraíba. Ele tem como objetivo gerar empregos. Na Paraíba, a previsão é de que sejam construídas 23 mil casas e gerados 120 mil empregos diretos e indiretos.


PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe