Por pbagora.com.br

O governador José Maranhão viajou para Brasília, no início da tarde desta segunda-feira (2), logo após dar posse a mais um grupo de auxiliares. Na Capital Federal, ele vai se encontrar com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, entre outros ministros, com o objetivo de buscar entendimento sobre projetos comuns e apresentar reivindicações de inclusão de novos projetos no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.

Segundo Maranhão, a Paraíba não foi bem contemplada no PAC e ele próprio quer ser o porta-voz desse descontentamento de toda a sociedade paraibana. Ele disse que pretende inserir outras obras de maior amplitude e repercussão na vida econômica do estado dentro do programa do governo federal.

Uma das solicitações do governador é a inclusão do Porto de Cabedelo, que, segundo ele, será necessário aumentar mais 5 metros do seu calado, cuja bacia de evolução é toda forrada de rocha. Maranhão observou que a Paraíba não tem um porto, justificando que o porto não tem capacidade nem calado para receber navios de grande porte, sendo necessário elevar o cais para uma profundidade de 15 metros. “Vamos começar aprofundando a partir da bacia de evolução, que é aquela área portuária que começa no alto mar e chega até o costado do porto”, explicou.

Maranhão anunciou também que em Brasília tratará da Transnordestina. Segundo ele, somente o território da Paraíba foi tangenciado – “não adentrando em nosso território”. Garantiu que vai continuar perseguindo esse projeto, por ser macro e de grande repercussão na vida econômica e social do estado. Ele comentou ainda que, além do Porto de Cabedelo e da Transnordestina, está estudando outros projetos para apresentar ao Governo do presidente Lula.
 

 

 

SECOM

Notícias relacionadas

Vacinas da Janssen serão distribuídas nesta 3ª para os 223 municípios da PB

Mais de 52 mil doses da vacina da Janssen contra a Covid-19 chegam à Paraíba nesta terça-feira (15) e serão distribuídas para os 223 municípios do estado no mesmo dia.…

Internado com Covid-19, prefeito de Cajazeiras decide se licenciar por 15 dias

Internado desde o último sábado, dia 12 de junho, para se tratar da covid-19, o prefeito do município de Cajazeiras, José Aldemir Meirelles, do PP, se licenciará do mandato pelos…