O governador eleito João Azevêdo (PSB) terá à disposição para o primeiro ano de gestão um orçamento estimado em R$ 11.849.926.031,00. É o que prevê a Lei Orçamentária Anual (LOA) encaminhada pelo Governo do Estado para análise da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). O novo governador terá a disposição um aumento de 6,7% em comparação com o orçamento executado este ano.

 

Na mensagem encaminhada ao Poder Legislativo, o governador Ricardo Coutinho (PSB) destacou que nos anos anteriores o Estado realizou enorme esforço para aproximar as execuções orçamentárias e financeiras. “A estimativa das receitas, a fixação das despesas e das metas fiscais foram fortemente influenciadas pela política fiscal nacional atual, já impactada pelo cenário de retração econômica, pelo pleno cumprimento das metas estabelecidas no Programa de Ajuste Fiscal do Estado e no cumprimento da Lei do Teto do Gasto Público”, disse.

 

Com isso, o governador Ricardo Coutinho disse que a distribuição orçamentária para as secretarias e órgãos do Poder Executivo foi elaborada com base no exercício de 2018, acrescida de seus respectivos ajustes ocorridos no decorrer do ano de 2018 e dos reajustes de liberação financeira disponibilizados pela Secretaria das Finanças, priorizando a manutenção do orçamentos de áreas da saúde, educação, segurança e abastecimento hídrico.

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Cartaxo não leu Darwin e coloca sua própria evolução política em risco

“Publicada em 1859 pelo cientista britânico Charles Darwin, a obra “Sobre a origem das espécies através da seleção natural” introduziu pela primeira vez a ideia da evolução por meio da…

Para debater a PB, rixa entre adéptos de Lula e Bolsonaro deve ficar de lado, diz Efraim

O deputado federal Efraim Filho (Democratas) declarou que espera que no Brasil, nem tampouco na Paraíba, volte o tempo em que a bandeira política definia se um estado ou município…