A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Gervásio minimiza polêmica envolvendo ministro de Lula no 8 de janeiro

Foto: Assessoria

As imagens que revelam um possível envolvimento do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do governo Lula em ataques terroristas do dia 8 de janeiro geraram grande repercussão na Paraíba, onde deputados estaduais têm se posicionado sobre o assunto.

Em contrapartida às declarações do deputado Cabo Gilberto Silva, da oposição pelo partido PL, Gervásio Maia, do PSB, minimizou o possível envolvimento do ministro e rejeitou a instauração de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI).

+ Ministro do GSI no 8/1: Cabo Gilberto diz que imagens reforçam tese de que Lula tenta ‘acobertar’ infiltrados nos atos terroristas

De acordo com Gervásio Maia, a oposição precisa “colocar a mão na consciência, descer do palanque e entender que perderam a eleição e agora é hora de contribuir e buscar de forma propositiva soluções para o nosso país”, ao atribuir que a oposição estaria buscando um debate infrutífero e que não acrescenta ao país com o levantamento deste tema.

As imagens em questão, que circularam na imprensa nesta quarta-feira (19), mostram o ministro Gonçalves Dias conversando com pessoas envolvidas nos ataques terroristas. Não está claro qual foi o papel desse ministro nos ataques ou se ele estava ciente dos planos dos terroristas. No entanto, a simples presença de um ministro do GSI nesse contexto é extremamente preocupante.

Confira:

 

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe