Nesta segunda-feira (30), durante entrevista a uma rádio da cidade de Guarabira, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), revelou quem teria sido o pivô da crise que se alastrou pelo PSB na Paraíba, causou a destituição do diretório e pode levar a um racha entre o governador João Azevêdo (PSB) e o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

De acordo com o presidente da Assebleia Legislativa, o atual deputado federal Gervásio Maia teria feito ‘leva e traz’ por conta de cargos no governo do estado e dado início a todo o imbróglio.

“Ele foi fundamental para o distanciamento entre João e Ricardo. O deputado perdeu espaço na Assembleia e queria compensar com cargos no Governo do Estado, mas como o governador não aceitou, ele passou a levar fofoca e fuxico para Ricardo contra João, e Ricardo tomou as dores”, declarou.

Galdino disse ainda acreditar que dentro de no máximo 40 dias Azevêdo deverá se posicionar de forma definitiva se fica, ou se sai do PSB.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Wilson é um grande parceiro”, diz prefeito de Sousa, Fábio Tyrone

Em entrevista a imprensa, o prefeito de Sousa e candidato a reeleição, Fábio Tyrone (Cidadania), fez um balanço sobre parceria com o deputado Federal, Wilson Santiago (PTB) em prol da…

Grupo de Romero ‘peneira’ para escolher entre Tovar, Romero e Ludgério

O grupo capitaneado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD), em Campina Grande, conta com as pré-candidaturas dos deputados Tovar Correia Lima (PSDB), Manoel Ludgério (PSD) e do ex-deputado Bruno Cunha Lima…