A Paraíba o tempo todo  |

Gervásio ignora filiados do PSB e missão para reestruturar sigla para 2022 fica cada dia mais distante

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Atual presidente estadual do PSB na Paraíba, o deputado federal Gervásio Maia deverá correr contra o tempo para cumprir com a missão dada pela executiva nacional para reestruturar a legenda no estado. Isso porque, conforme revelou a deputada estadual Pollyana Dutra em entrevista nesta quarta-feira (04), ela que é uma das oito parlamentares eleitas pela sigla em 2018, até agora não houve nenhum convite para reunião ou para debater a pauta partidária.

Pollyana vai mais além e põe em xeque, inclusive, o comando de Maia, ao afirmar que ele nunca a convocou para nada desde que assumiu a direção do partido no Estado, e que por este e outros motivos não têm mais condições de permanecer filiada ao PSB.

Foto: Nyll Pereira / ALPB

Segundo ela, assim que houver a janela partidária, ela buscará uma sigla progressista, com a mesma pauta que ela defenda, para se incorporar, podendo, inclusive, ser o Cidadania do governador João Azevêdo.

“Em nenhum momento (conversei com Gervásio). O PSB fez oito deputados, o partido bem forte com uma posição firme no começo da gestão João Azevêdo, mas depois tudo mudou. Eu não tenho lembrança de nenhum convite, de nenhuma reunião e eu venho desse campo de reuniões, dos embates como PT e eu trago isso muito forte, as reuniões partidárias na base, mas no PSB nunca fui convidada para nenhuma reunião, então não tem sentido algum eu permanecer mais nesse partido”, pontuou.  

Além de Pollyana, o PSB ainda conta com outros sete deputados, que também já acenaram seu descontentamento com a sigla e já sinalizaram que devem buscar uma nova casa partidária.  O deputado Adriano Galdino, por exemplo, confirmou que migrará para o Avante assim que a janela partidária for aberta. As deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra, além do deputado Jeová Campos paqueram com o PT.

Os deputados Hervázio Bezerra e Ricardo Barbosa, assim como Pollyana, flertam com o Cidadania. Apenas o deputado Buba não comenta publicamente sobre seu destino.

Caso Gervásio não consiga reverter nenhuma desfiliação, o partido ficará esvaziado de lideranças para as eleições de 2022 e a missão para reestruturar a legenda ficará cada dia mais distante.

Márcia Dias

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      2
      Compartilhe