Apesar de ser um dos nomes da base aliada do governador João Azevêdo (PSB) cotados para disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições 2020, o secretário de Saúde do estado da Paraíba, Geraldo Medeiros, voltou a negar a possibilidade de encarar a disputa.

De acordo com o médico, seu nome tem sido lembrado em virtude da gestão que ele desempenhou durante oito anos a frente do Hospital de Trauma de Campina Grande, que representou uma revolução na assistência a saúde.

“Isso contribuiu para que nosso nome esteja sendo lembrado. Foi uma revolução na assistência de Saúde, durante oito anos passou a ser referência para todo Estado, inclusive nos ajudando a chegar a Secretaria de Saúde”, afirmou Geraldo.

No entanto, ele disse que suas atividades na Secretaria de Saúde não lhe deixam tempo para pensar em uma eventual candidatura. “É uma Secretaria complexa, ela me absolve. Podemos pensar em outras alternativas para a disputa. Continuo como secretário de Saúde, que já está me consumindo o tempo todo”, garantiu.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian não assinou lista que alçava filho de Bolsonaro à liderança do PSL

Os áudios polêmicos do deputado federal Julian Lemos e de Jair Bolsonaro, amplamente divulgados na imprensa, além da informação de que o presidente teria uam ‘lista negra’ de traidores e…

Barbosa minimiza possibilidade de mais deputados da base serem citados na Calvário

Após a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) ser citada na Operação Calvário e ter colocado seus sigilos bancário, patrimonial e telefônico à disposição da Justiça, para que, segundo ela, tudo…