Por pbagora.com.br

O fim das coligações proporcionais vem preocupando muitos líderes partidários, já que a medida já entra em vigor a partir das próximas eleições municipais. A medida estabelece o fim das coligações nas eleições proporcionais, ou seja, para os cargos de vereador, deputado estadual, deputado federal e deputado distrital. Contudo, continua existindo as coligações para as eleições majoritárias, ou seja, para os cargos de prefeito, governador, senador e presidente da República. Tal medida foi analisada pelo cientista político Lúcio Flávio Vasconcelos, doutor em História Política pela Universidade de São Paulo (USP) e professor da Universidade Federal da Paraíba, para ele, o fim essa medida não vai promover as mudanças esperadas pela população para o fortalecimento da democracia no Brasil.

 

Para Lúcio, somente com uma reforma política ampla que a população vai sentir-se participativa do processo. “É preciso eliminar os entraves à participação popular e criar mecanismos de controle da população sobre os seus representantes, seja na Câmara Municipal, na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal e ou no Senado”, disse o cientista político.

 

Muitos analistas políticos consideram eu os partidos nanicos passarão por um purgatório político-partidário e, provavelmente, poucos conseguirão sair inteiros. A tendência natural de algumas legendas é, ao longo do tempo, desaparecer por completo do cenário político. Outro caminho a ser trilhado por diversos partidos políticos, mesmo aqueles considerados de pequeno e médio “porte”, diz respeito aos institutos da “fusão” e “incorporação”. Em outras palavras, os partidos que não conseguirem oxigenar suficientemente seus quadros partidários para, isoladamente, disputar os pleitos eleitorais, tendo em mente o fim das coligações proporcionais, fatalmente, para não sair do cenário político, deverão se render às fusões, para o surgimento de uma nova agremiação partidária, ou às incorporações, onde esses pequenos e médios partidos serão incorporados por outra legenda, melhor estruturada.

 

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000