O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta quarta-feira que o presidente Lula está em campanha e o PSDB estuda pedir uma autorização ao Tribunal Superior Eleitoral para o partido entrar na campanha pela presidência da República em 2010. “O presidente já está com a candidata andando pelo Brasil todo, mas a legislação não permite.

Ele faz o que quer. Nós, se lançarmos candidato agora, vem processo em cima”, declarou Fernando Henrique, na abertura da 3ª Reunião da Comissão Latino-americana sobre Drogas e Democracia.

Indagado se o PSDB estaria demorando a definir a candidatura, o ex-presidente disse que Lula “é que está se precipitando”. “O presidente da República está em campanha, acho que não está na hora. Não quero entrar em campanha, quero respeitar a lei. Existe um calendário”, disse. “Se o presidente Lula continuar forçando antecipar a eleição, vamos ter que pedir uma autorização ao Tribunal”.

Descriminalização da maconha

Fernando Henrique Cardoso defendeu a descriminalização da posse de maconha para uso pessoal na abertura da 3ª Reunião da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia. A proposta está na declaração da comissão, que será levada à Organização das Nações Unidas.

“Nosso objetivo é abrir o debate para acabar com o tabu. Essa história de guerra contra as drogas não resolve. É preciso ter outras ações que levem à redução da demanda”, disse FHC.

O tema será discutido pela comissão com governantes do continente. “A posição do governo brasileiro, que eu saiba, não é contrária”, disse o ex-presidente.

 

Ultimo Segundo

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cícero defende foco nos protocolos para agilizar a reabertura da economia

O ex-prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), defendeu nesta quarta-feira (03) um novo paradigma no processo de retomada da economia em João Pessoa que ao invés de estabelecer prazos,…

MP encontra sobrepreço em despesas públicas no combate ao Covid-19 de dez prefeitos

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) analisou as despesas públicas relacionadas ao combate à covid-19 que foram realizadas pelos dez maiores municípios paraibanos e constatou, em todos eles, irregularidades, com…