Por pbagora.com.br

O advogado e ex-presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino declarou que o partido errou, ao seu ver, nos critérios adotados na escolha do ex-candidato da sigla à PMJP, Pablo Honorato.

De acordo com Fabiano, a direção municipal do partido na Capital construiu a candidatura do Pablo Honorato sem uma ampla discussão interna e com isso, assumiu os riscos de uma possível renúncia.

Confira a nota:

“A desistência do candidato Pablo Honorato de disputar a PMJP pelo PSOL revela o erro do partido nos critérios que adotou para realizar a escolha. As principais dificuldades apontadas pelo então candidato aprovado em
Convenção e devidamente registrado na Justiça Eleitoral já são conhecidas e representam uma realidade que qualquer pretendente ou convidado a pretendente deveriam saber. A direção municipal do partido na Capital construiu a candidatura do Pablo Honorato sem uma ampla discussão interna, assumindo os riscos que a renúncia de Pablo Honorato hoje materializa. A desesperança de Pablo com relação a política faz parte do senso comum que não deve existir naqueles que constroem as bases para a mudança política e social em nossa cidade”

Fabiano Galdino, advogado, ex-presidente estadual do PSOL

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cicero apresenta propostas para acelerar empreendimentos no polo Cabo Branco

Cicero apresenta propostas fortalecer o turismo e acelerar implantação dos empreendimentos no polo Cabo Branco O candidato a prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), apresentou suas propostas para fortalecer…

PB Agora/Datavox: 77,3% aprovam gestão Lorena em Monteiro

Atual prefeita e candidata à reeleição, Lorena, do PL, tem a gestão aprovada por 77,3% dos entrevistados na pesquisa realizada pelo Instituto Datavox, contratada pelo portal PB Agora, divulgada neste…