A Paraíba o tempo todo  |

Ex-presidente da ALPB vê economia morta e futuro do país incerto com Bolsonaro

Sem se intitular seja como oposição seja como apoiador do governo Bolsonaro, o empresário e ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo (sem partido) reapareceu na cena política nesta segunda-feira (24) e fez duras críticas à gestão do governo Bolsonaro, a nível Brasil, que, para ele, até hoje não disse a que realmente veio.

Marcelo lembrou que Bolsonaro foi eleito com a bandeira de levantar a moralidade do país, todavia, no plano de desenvolvimento, nada foi feito até agora, sejam mudanças estruturantes, ou reformas impactantes.

“O Governo Bolsonaro entrou para tentar levantar a moralidade do país, mas vejo de outra forma, que ele não tem nenhum plano definido de desenvolvimento, não fizeram absolutamente nada na questão de mudanças, de reformas. A reforma que foi feita foi a deixada quase toda pronta pelo Governo Temer e vejo que o único que é operante, que está sendo feito alguma coisa por esse país é o Tarcísio de Freitas, é um grande gestor que tem tudo para levantar o governo nessa questão de infraestrutura”, ressaltou.

No tocante a área econômica, capitaneada pelo ministro Paulo Guedes, o ex-presidente vê a pasta morta, sem iniciativas relevantes. Na saúde o governo teve problemas por conta da pandemia, mas, em boa parte, por ter ido contra a ciência. O cenário, conforme Marcelo, faz com que a perspectiva de futuro seja incerta.

“Mas a parte econômica é morta, a parte da saúde teve esses problemas políticos e até de desencontro com a ciência. Eu vejo que estamos passando por um momento difícil e ninguém sabe nem para onde nós vamos. A dificuldade é essa de raciocinar qual o futuro do nosso país, o futuro político do nosso país”, desabafou. As declarações repercutiram no programa Arapuan Verdade.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe