Sem medo de reações adversas e com um discurso contundente, o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba Gilvan Freire, como de costume fez previsões na politica local e centrou fogo nas pretensões políticas do ex-senador Ney Suassuna (PSL). Segundo Gilvan, a possibilidade de Ney novamente disputar o Senado é ‘impossível’.

 

“Levando em consideração a leitura que a gente faz das lideranças politicas e das forças politicas locais, da ausência dele e da imagem dele que não ficou muito boa em face dos episódios quando ele exercia cargos importantes, eu diria que as chances de Ney Suassuna ser Senador da República são inexistentes!”, profetizou o advogado.

 

""Ao PB Agora, Gilvan Freire contou que Ney é uma figura que tenta voltar ao cenário político pelos braços do governador Ricardo Coutinho, figurando como um verdadeiro regra três no cenário político paraibano.

 

""“Se Ricardo Coutinho perder Cássio, perde até a possibilidade de compor uma boa chapa, pois não há de se admitir que Romulo Gouveia vá abrir uma frente contra Cássio Cunha Lima, além do que isso seja tecnicamente possível, ai surge Ney como um reserva”, alfinetou, acrescentando que o futuro do ex-senador é bastante complicado.

 

“É uma reserva técnica, mas o cara só usa Ney como reserva se ele não tiver reserva nenhuma, portanto a situação dele é difícil até na reserva!”, detonou.

 

FUTURO DE RC: Gilvan que já apoiou o socialismo na Paraíba, não perdeu a oportunidade de ‘cutucar’ o seu algoz o governador Ricardo Coutinho.

“Não há ainda o mínimo de opinião publica minimizando essa natureza fechada de Ricardo, abrandando essa imagem dele, pelo contrário, há uma cristalização do chamado ódio, da repulsa e da rejeição. Não dá para fazer um projeto otimista em relação a ele”, disparou.

 

APOSENTADORIA: Freire demonstrou a intenção de ‘pendurar’ as chuteiras e não mais disputar mandatos eletivos:“O meu destino é continuar onde estou sem nenhuma ambição, nenhuma vontade, nenhum desejo de voltar à vida pública, faço a vida pública por acompanhamento, analises e minha vontade em disputar é absolutamente zerada. Cuido do meu escritório para sobreviver e cuido de um jornalismo de ocasião e não desejo mais do que isso”, externou Gilvan Freire que é adorado e odiado por muitos em face de seus posicionamentos políticos, a final, como dizia Marx: “O caminho do inferno é pavimentado de boas intenções”.

 

E você amigo internauta concorda com os posicionamentos do ex-deputado Gilvan Freire? Opine no espaço destinado aos comentários.

 

Henrique Lima

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano encontra com Carlos Siqueira para estancar crise do PSB/PB

Na tentativa de mediar um diálogo que restabeleça as boas relações no Partido Socialista Brasileiro, da Paraíba, o senador Veneziano Vital do Rêgo, se reuniu na manhã desta quarta-feira (21),…

Análise: Virgolino levanta suspeita sobre arrombamento de escritório de RC

O deputado estadual Wallber Virgolino sugeriu nesta terça-feira (20/08) que o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) proceda a investigação sobre o arrombamento do escritório do…