A Paraíba o tempo todo  |

“Escolhas trazem consequências”, alerta João Azevêdo sobre possível filiação de Ricardo Coutinho ao PT

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A possibilidade de filiação do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) ao Partido dos Trabalhadores (PT) foi avaliada como uma atitude normal da política pelo atual governador do Estado, João Azevêdo (Cidadania).

No último dia 27, Ricardo Coutinho se encontrou com a atual presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, e o ex-presidente Lula, reforçando a tese de que o socialista voltaria a legenda.

Para João Azevêdo, o PT é uma legenda independente e que não cabe a ele interferir nas ações do partido. No entanto, o chefe do Executivo estadual ressaltou que toda escolha tem uma consequência.

– Mais uma vez eu coloco de uma forma muito clara, não é minha maneira de agir na política. O PT é um partido quem tem uma história, uma tradição e que decide seus problemas e resolve seus problemas internamente. Não precisa de ninguém de fora para dizer qual o caminho que deve seguir e eu nem me atreveria a isso – afirmou João Azevêdo.

O governador acrescentou que o Partido dos Trabalhadores saberá escolher os seus caminhos. “As nossas escolhas determinam nossos caminhos e determinam os ônus e os bônus e as consequências que teremos de cada decisão”, finalizou João.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe