Ainda digerindo a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que rejeitou, na sessão de ontem à noite, a criação do Partido Rede Sustentável, de Marina Silva, o vereador Raoni Mendes, que já fazia planos para se filiar à legenda anunciou que vai divulgar até as 17h de hoje, sexta-feira (04), seu novo futuro partidário.

Na caixa das possibilidades, Mendes disse que não descarta a possibilidade de se filiar ao PROS de Major Fábio, ao Solidariedade de Benjamim Maranhão ou até mesmo decidir por permanecer no PDT, de Damião Feliciano.

“Essas são as três alternativas que estou estudando e conversando com correligionários e até as 17h de hoje eu devo anunciar minha decisão, ou de ficar no PROS, ou no Solidariedade, ou até mesmo permanecer no PDT”, adiantou.

Apesar de estabelecer apenas três alternativas para seu futuro partidário, Mendes recebeu convites para se filiar ao PEN, o PP e o PPS, no entanto, decidiu rejeitar os convites para não correr o risco de ter o mandato questionado por infidelidade partidária.

Raoni foi chefe de gabinete da gestão municipal e é considerado um dos maiores ‘pupilos’ do ex-prefeito Luciano Agra.

 

Márcia Dias


PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: A pandemia é uma questão de saúde pública. Mas é difícil não politizar o assunto. Afinal…

Um dos aspectos mais negativos da pandemia que se abate sobre o mundo, com a proliferação do novo coronavirus é a conotação político-partidária que se dá à discussão sobre tão…

Julian se contrapõe a posicionamento de Bolsonaro sobre retornar à normalidade

O deputado federal Julian Lemos voltou a usar suas redes sociais para revelar divergência do seu ponto de vista em relação ao adotado pelo presidente Jair Bolsonaro no que tange…