Por pbagora.com.br

Em entrevista à rádio Caturité FM, nesta segunda-feira, 22, o presidente estadual do Partido Verde e ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, declarou que fez a transição de governo mais democrática da história da capital paraibana.

Segundo Cartaxo, pensando nas pessoas da capital, ele concentrou seus esforços em passar uma Prefeitura com portas abertas e com tudo às claras, para trazer um facilitador ao novo governo.

– Orientei todos os secretários para agir com a maior transparência possível. Nós criamos uma comissão de transição onde foram passadas todas as informações. Reuniões com todas as áreas da Prefeitura, sobretudo de Saúde, com reunião em hospitais, nas UPAs e na própria secretaria. Pensando na cidade, fizemos todo o possível para passar à nova gestão da melhor forma. Deixamos ainda R$ 154 milhões em caixa, fora US$ 100 milhões do programa ‘João Pessoa Cidade Sustentável’ – descreveu.

O ex-prefeito comentou ainda que deixou uma cidade pronta para o futuro e que, diante disso, não adianta o atual gestor ficar olhando para trás e buscando culpados.

– Não adianta. Deixamos a folha de pagamento (de pessoal) da PMJP religiosamente em dia. Todos os fornecedores com os seus empenhos pagos, não deixamos dívida alguma para o sucessor. Agora, se o prefeito quiser ficar olhando para trás, ele vai se deparar, como já está se deparando, com uma crise muito grande, que é a sanitária – apontou. As informações são do portal Paraibaonline.

 

Redação

 

Notícias relacionadas

Opinião: deputados negacionistas não contribuem com Cícero e Azevêdo

O ser humano é quase um “objeto”. Objeto complexo que pensa saber pensar. Contudo, nada sabe, ou sabe muito pouco. Existe a bondade, mas as atitudes atrozes que plantou, germinou…