Mesmo tendo sido eleito no campo das oposições, o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), voltou a dar sinais de que quer o trânsito livre no Palácio da Redenção e continuará com a sua postura que ele chamou de “independente”.

Em entrevista Ludgério disse que ainda é muito cedo para fazer uma avaliação do governo João Azevedo (PSB) e citou que o que foi visto, até então, foram encaminhamentos de obras e projetos iniciados no governo do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Ele declarou que torce para que João faça um bom governo e frisou que, mesmo não tendo votado no socialista, é paraibano e espera o melhor para o seu Estado.

Conforme Manoel, é precipitado avaliar um governo com apenas 100 dias, principalmente um governo de sucessão, pois, segundo ele, não há tempo suficiente para nenhum gestor deixar uma marca neste curto período.

Manoel observou ainda que em cem dias não é possível realizar uma licitação de uma obra que foi gestada e executada pelo governo atual.

– Torço para que João Azevedo possa dar certo. Sou paraibano, vivo nesta terra, meus filhos vivem nesta terra e espero que o governo dele possa dar certo – disse.

Na semana passada, ao destacar o posicionamento que tem dentro da Assembleia Legislativa da Paraíba. o deputado reafirmou a sua independência na ALPB e disse que queria “ter o direito de pensar”.

– Tenho uma boa relação com todo o parlamento. Tenho uma posição política muito bem definida. Algumas pessoas não têm entendido que eu, como o deputado João Bosco Carneiro Júnior, que se elegeu na bancada do governo, estamos criando um grupo na Casa de uma linha mais independente, que tem a tendência de crescer. Acredito que essa política que alguns querem fazer de bem ou do mal é de uma mentalidade de 1930. Não há como fazer política dessa forma. As pessoas têm o direito de pensar. Se eu estou integralmente numa bancada de governo, eu não posso sequer  deixar de seguir a orientação do líder. A mesma coisa é quem está na oposição, pois você fica limitado ao direito de pensar. Perdoe-me o deputado e líder da oposição Raniery Paulino, mas eu não posso estar votando contra tudo que o governo manda e também não posso estar votando a favor em tudo que o governo manda sem, ao menos, ler a matéria – explanou.

 

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MAIS UM: Raoni Mendes confirma pré-candidatura à PMJP

O ex-vereador e ex-deputado estadual Raoni Mendes (DEM)  lançou em definitivo seu nome a  pré-candidato a prefeito  de João Pessoa. Eleito vereador mais votado da Capital no pleito de 2012,…

PB Agora/Datavox: gestão João é aprovada por 71,2% em Pedras de Fogo

O governador João Azevêdo obteve 71,2% de aprovação da população nestes primeiros 11 meses de governo conforme dados divulgadas nesta segunda-feira (09) em uma pesquisa realizada pelo Instituto Datavox, em…