A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Eleição para Reitor tem reviravolta na UFPB

""   ""

"" 

A revista POLITIKA deste mês de setembro, que chegou às bancas nesta 6ª feira (dia 23), traz uma série de informações novas sobre a conjuntura eleitoral na Universidade Federal da Paraíba, no tocante à eleição do(a) sucessor(a) do Magnífico Reitor Rômulo Soares Polari e da sua atual vice-reitora, professora Yara Mattos (juntos na foto acima).

""

Otávio renuncia para ser vice

O diretor do CE (Centro de Ensino) da UFPB, professor Otávio Machado (na foto acima) deve renunciar a sua pré-candidatura à sucessão do atual comandante-em-chefe da Universidade Federal da Paraíba, Magnífico Reitor Rômulo Polari, para ter seu nome anunciado como vice na chapa encabeçada por Cida Ramos. Otávio está na Alemanha, de onde só retornará no próximo dia 3 de outubro.

""

Cida deixará secretaria estadual

A professora universitária Maria Aparecida Ramos (ex-PCdoB, ex-PT e atualmente sem partido, na foto acima) aguarda apenas a chegada do governador Ricardo Coutinho (PSB) de sua viagem à Cuba, para comunicar-lhe na próxima semana que estará deixando o cargo de secretária de Desenvolvimento Humano do Estado para se candidatar à Reitoria da UFPB. Cida deve acertar com Ricardo a data exata para se desincompatibilizar e poder entrar de corpo e alma na sua campanha.

""

Margareth esperava apoio de Jaldes

Já a professora Margareth Formiga (diretora do CCS-Centro de Ciências da Saúde, na foto acima), também reitorável, promete escolher seu companheiro de chapa nos próximos dias. A coalizão formada por Cida e Otávio frustrou – pelo menos em grande parte – a estratégia montada pelo núcleo central da coordenação de campanha dela, que esperava contar com a figura do professor de História e Ciência Política, Jaldes Reis de Menezes (casado com Cida Ramos), como companheiro de chapa de Margareth, caso a secretária demissionária resolvesse permanecer no cargo que ocupa no Estado.

"" 

Buscando simpatia "por fora"

O professor Luiz Renato (na foto acima), titular da Siusp (Secretaria para Integração da Universidade e Setores Públicos), procura de todas as formas granjear o apoio político do Magnífico Reitor Rômulo Polari, para tornar-se o seu favorito nas eleições do próximo ano, na UFPB. O reitor continua reticente, enquanto ele prossegue sua campanha, inclusive contratando o radialista Gutemberg Cardoso para trabalhar como coordenador de marketing e planejador estratégico.

""

Ex-secretário está fora do páreo

Apesar de ter seu nome cogitado como um dos pretensos candidatos à reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que ocorrerá em 2012, o professor Francisco de Sales Gaudêncio (ex-secretário de Educação do Estado, presidente da Fundação Ulysses Guimarães, do PMDB, na foto acima) garantiu durante entrevista à revista POLITIKA que não pretende entrar na disputa pelo cargo de Magnífico Reitor da referida instituição federal de ensino superior.

""

Titular da Educação ficará neutro

Já o professor Afonso Celso Scocuglia (na foto acima), atual secretário de Educação do Estado, decidiu assumir a postura de magistrado, adotando uma posição absolutamente neutra em relação ao próximo pleito para escolha do futuro reitor da Universidade Federal da Paraíba, onde ele também é lotado como docente, apesar do reitorável Otávio Machado, atual diretor do CE (Centro de Ensino) do Campus 1 da UFPB, ser chefe do seu departamento, isso não implica em dizer que ele teria que – obrigatoriamente, por mera vinculação administrativa – engajar-se na campanha do colega de salas-de-aula.

""

Polari escolhe Lúcia Guerra

Recentemente, surgiu o nome da professora de Arquitetura, Ana Cristina Taygi, coordenadora do REUNI (Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais) na Paraíba, como uma espécie de “carta-na-manga” do grupo que comanda atualmente a instituição superior de ensino, mas – no entanto – a candidata “in-pectoris” escolhida pelo liderados por Polari acabou sendo a professora Lúcia Guerra (na foto acima), pró-reitora de Extensão Universitária e considerada como candidata natural à sucessão na UFPB, já que foi descartada a hipótese de lançamento solo da vice-reitora Yara Mattos.

""

Chapa já tem nome do vice-reitor

O professor do Departamento de Sistemática e Ecologia do Centro de Ciências Exatas e da Natureza da Universidade Federal da Paraíba, Antônio José Creão Duarte, atual diretor do CCEN, será o companheiro de chapa de Lúcia Guerra (ao lado dela, na foto acima, à direita), se tudo ocorrer conforme o programado pelo grupo liderado por Polari.


    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe